Culturas

Plantação de trigo: técnicas de cultivo para uma lavoura de alta qualidade

 

Acompanhando o desenvolvimento de novos métodos e tecnologias no campo, a  plantação de trigo vem crescendo anualmente no Brasil e deve reduzir a necessidade de importação do cereal nos próximos anos. Segundo a Conab, a produção brasileira na safra 2018/19 foi de cerca de 5,5 milhões de toneladas, enquanto a previsão para a safra de 2028/29 é de 7,2 milhões, o que representa um crescimento de mais de 20%.

 

No entanto, o consumo interno de trigo ainda está longe de ser atendido pela produção nacional. O Brasil consome por volta de 12,5 milhões de toneladas todos os anos, o que ainda exige a necessidade de importação. Para reduzir cada vez mais essa necessidade, os produtores brasileiros devem investir em insumos e técnicas que resultem em uma lavoura mais produtiva e com mais qualidade.

Cerrado oferece nova perspectiva à plantação de trigo

Até pouco tempo atrás, a região sul era detentora da grande maioria do trigo produzido no Brasil. Esse cenário está mudando gradativamente, graças ao desenvolvimento de novas variedades produzidas pela Embrapa, que são adaptadas ao clima e ao solo de regiões mais quentes, como o cerrado.

 

O estado de Minas Gerais, por exemplo, vem se destacando na plantação de trigo. Em 2019, Minas alcançou a terceira maior área de cultivo de trigo do Brasil, com 87,9 hectares de cultivo do cereal. A produção no estado também aumentou de maneira significativa. Em 2014, foram 50 mil toneladas de trigo produzidas, já em 2018 a produção atingiu a marca de 207,2 mil toneladas.

 

Com as cultivares adaptadas à região, a produtividade do trigo no cerrado pode ser altíssima, alcançando a marca de sete mil quilos por hectare em lavouras irrigadas. Essa tem sido uma alternativa cada vez mais comum aos produtores que desejam plantar uma nova cultura para fazer rotação com a plantação de soja, podendo ser cultivado, inclusive, por meio do plantio direto.

Como garantir alta qualidade e produtividade à lavoura?

Por mais que o cenário para a plantação de trigo seja cada vez mais promissor em regiões de cerrado, os produtores devem conhecer as técnicas capazes de garantir que a lavoura ofereça um retorno satisfatório, com alta lucratividade, produtividade e qualidade do cereal. Confira a seguir as principais dicas que vão te ajudar nessa missão!

Escolha do local

A parte mais importante do cultivo do trigo é a seleção de um local apropriado. Você deve procurar um local que tenha solo fértil para o cultivo do trigo. Solo com textura argilosa, boa estrutura e moderada capacidade de retenção de água são alguns fatores que você deve considerar.

Preparação do solo

O solo deve ser devidamente preparado antes de iniciar o cultivo do trigo. Para isso, você pode arar o solo com arado de disco ou aiveca. Em seguida, arrume o solo dando um arado profundo, seguido de 2 a 3 arados leves e tábuas. Nesta etapa, é de extrema importância utilizar fertilizantes de alta qualidade. Para o cultivo comercial de trigo, uma média de 50 kg de nitrogênio, 25 kg de fósforo e 12 kg de potássio é suficiente em um acre de terra. 

Requisitos climáticos

As plantas de trigo podem ser cultivadas e plantadas em uma ampla variedade de condições agro-climáticas. As plantas têm alta flexibilidade e, portanto, podem ser cultivadas nas zonas tropicais, subtropicais e temperadas. As plantas podem sobreviver facilmente em temperaturas entre 3,5 ° C e 35 ° C, mas a melhor temperatura para o cultivo do trigo é entre 21°C e 26 °C.

Escolha da semente

As sementes de trigo estão facilmente disponíveis no mercado. Ao comprar as sementes, certifique-se de que possuam boa qualidade, tenham alto rendimento e sejam livres de doenças. Normalmente, são necessárias cerca de 80 a 150 kg de sementes em um hectare de terra, embora a quantidade exata de sementes necessária depende da variedade e do método de semeadura.

Plantio

As sementes de trigo devem ser semeadas cerca de 4 a 5 cm de profundidade no solo. Sempre coloque as sementes em linhas e mantenha um espaçamento de 17-22,5 cm entre as linhas. Plantar ou semear na hora certa também é importante, pois o atraso na semeadura pode causar um declínio gradual na produção. Verifique também se as sementes de trigo estão devidamente classificadas e bem limpas antes da semeadura. Aqui, você pode aplicar fungicida para tratar as sementes.

Controle de pragas e doenças 

A plantação de trigo é suscetível a muitas pragas, como pulgões e cupins, além de doenças, como a ferrugem marrom, o oídio, a sujeira da bandeira, etc. Para controlar as pragas e doenças, você pode usar pesticidas ou inseticidas de boa qualidade. Também é válido consultar o escritório de extensão agrícola local ou um especialista que possa lhe dar conselhos adequados sobre as principais pragas e doenças agrícolas da sua região.

Colheita

 

A colheita começa quando as folhas e o caule ficam amarelos e bastante secos. Lembre-se de que o trigo deve ser colhido antes de estar totalmente maduro para evitar perda de produtividade. Portanto, a colheita oportuna é necessária para uma boa qualidade e também para a produção máxima de trigo. Quando o teor de umidade no trigo atinge cerca de 25 - 30%, o trigo está pronto para ser colhido.

Cuidados extras

As plantas de trigo são bastante duras e fortes. Eles geralmente se dão bem em condições climáticas favoráveis ​​e requerem menos cuidados. E se você tomar alguns cuidados extras, irá aumentar ainda mais as chances de atingir a produção máxima.

Confira algumas dicas importantes:

  • Fertilização: se utilizar fertilizantes de alta qualidade, você não precisa adicionar mais fertilizantes durante o desenvolvimento da lavoura se os tiver adicionado anteriormente durante a preparação do solo.
  • Irrigação: uma boa e adequada irrigação é necessária para o cultivo do trigo, porem não é obrigatório. A primeira irrigação pode ser realizada logo após o plantio das sementes, se assim houver necessidade. Após esse período, irrigações adicionais devem ser realizadas seguindo as necessidade e desenvolvimento da cultura. 
  • Remoção de ervas daninhas: a maioria das ervas daninhas em sua lavoura pode ser controlada durante a preparação do solo. Portanto, certifique-se de remover as ervas daninhas corretamente. Para ter ainda mais eficácia, você pode usar uma ampla variedade de produtos agrícolas disponíveis no mercado.

 

Safra de Ouro: conte com nossas condições diferenciadas!

 

As dicas acima são importantes aliadas para garantir a máxima produtividade à sua plantação de trigo, mas os resultados só serão satisfatórios quando você contar com insumos agrícolas de qualidade para a sua lavoura.

 

Para te ajudar nessa missão, o Grupo Grão de Ouro criou a “Safra de Ouro”, uma campanha especial e direcionada para a produção de trigo e diversos outros cereais. Oferecemos condições financeiras diferenciadas para você adquirir insumos de altíssima qualidade das melhores empresas do agronegócio do mundo e garantir o sucesso da sua lavoura.

 

Acesse nosso Balcão de Negócios e encontre nosso consultor técnico mais próximo de você!