Culturas

Conheça o calendário agrícola e descubra as melhores épocas para plantar

As boas práticas agrícolas possuem papel fundamental para a produtividade da lavoura e lucratividade do produtor. A correção do solo, adubação, irrigação e controle de pragas, por exemplo, são algumas das etapas essenciais para garantir a qualidade da lavoura. Mas de nada adianta adotar todos esses cuidados se você não segue o calendário agrícola recomendado para sua região.

Se por um lado podemos controlar as etapas que acabamos de citar, o controle das condições climáticas não está ao nosso alcance. E é justamente por isso que o momento de plantio e colheita deve estar alinhado às condições ideais para o correto desenvolvimento de uma determinada cultura.

Neste artigo, vamos te ajudar a entender melhor a importância de seguir o calendário agrícola e apresentar a época de plantio e colheita para diferentes culturas em todas as regiões do Brasil. Continue acompanhando!

 

A importância do calendário agrícola

O calendário agrícola possui o papel de orientar o produtor sobre a época ideal para realizar o plantio e a colheita da lavoura. O grande objetivo é reduzir custos e evitar perdas de produtividade por conta de condições climáticas desfavoráveis ao desenvolvimento das plantas.

Desenvolvido em vários setores cultivares, o calendário agrícola considera a extensão do território brasileiro e a variedade de produtos compatíveis com nosso solo. Dessa forma, cada região possui condições climáticas particulares que a tornam ideal ou não para o cultivo de uma cultura em uma determinada época do ano.

Por isso, não basta simplesmente decidir que você irá realizar o plantio de soja no mês de outubro em sua propriedade na região sul, por exemplo. É preciso verificar se essa cultura irá se desenvolver de maneira adequada e garantir uma boa produtividade se for plantada durante essa época.

O conhecimento das condições naturais deve influenciar diretamente na decisão de qual cultura pode ser plantada no solo daquela região em um período específico do ano. Afinal, a escolha da época de plantio exerce uma importante influência no resultado final da lavoura. 

Para ajudar os produtores a conhecerem a época mais recomendada de plantio e colheita foi criado o calendário agrícola. Conhecer suas recomendações e segui-lo à risca é o que poderá determinar o sucesso da lavoura e proporcionar maior lucratividade ao seu negócio! 

 

Fatores levados em consideração para estabelecer o calendário agrícola

As condições climáticas vão muito além das chuvas e temperaturas. Conhecer todas elas e associá-las como favoráveis ou desfavoráveis para o desenvolvimento de uma cultura ajuda  a entender melhor os motivos que explicam a importância de seguir o calendário agrícola. 

Mas você sabe quais são os fatores naturais levados em consideração para estabelecer a relação entre região, cultura e época do ano? Confira os principais:

  • Precipitação anual;
  • Ciclos chuvosos;
  • Velocidade do vento;
  • Variação de temperatura;
  • Umidade do ar;
  • Zoneamento agrícola.

 

Conheça a melhor época para plantar na sua região

O Brasil é um país de proporções continentais, por isso não podemos esquecer de um dado importante: cada região tem suas características naturais específicas. Sendo assim, o calendário agrícola brasileiro não é unificado.

Levando em consideração a extensão do território brasileiro, a bateria de estudos feita para cada região tem suas particularidades e a mesma cultura pode ter suas datas de produção variando bastante de acordo com a região.

Considerando os fatores citados no tópico anterior, vamos apresentar as principais culturas produzidas em cada estado, informando sua melhor data de plantio e colheita de acordo com o calendário agrícola. Confira!

 

 

 

 

 

 

 

 

Por que investir na rotatividade de culturas?

Muitos produtores acreditam que investir na monocultura de lavouras mais lucrativas, como a soja ou cana de açúcar, por exemplo, pode representar maior rentabilidade ao seu negócio. Contudo, a rotatividade de culturas é uma alternativa a ser considerada para tornar a produção mais viável.

Como existe o período de alguns meses entre o momento de plantio e colheita de uma cultura, a prática da rotatividade possibilita o investimento de acordo com a sazonalidade de cada cultura. Ao diversificar a produção, é possível evitar o tempo de espera entre a colheita e um novo plantio - como acontece no caso das monoculturas - e, assim, garantir lucro recorrente.

Além disso, a rotatividade de culturas ajuda a evitar o esgotamento de nutrientes essenciais presentes no solo, permite melhor absorção da água e mantém os microrganismos benéficos ativos. Ou seja, é uma prática que contribui para a preservação da qualidade física, química e biológica do solo. 

É importante se lembrar de que o sucesso da sua lavoura não depende apenas de práticas eficientes, mas também do quanto é viável cultivar uma determinada cultura em determinada região e época do ano. Portanto, não deixe de seguir o calendário agrícola para garantir mais produtividade e lucratividade ao seu negócio.