Culturas

Comprar sementes: o que levar em consideração na hora da escolha

A escolha da semente é um dos primeiros passos da cadeia de produção agrícola, sendo de extrema importância para determinar o sucesso da lavoura, a estabilidade da produção e a rentabilidade do agricultor. Na hora de comprar sementes agrícolas, é preciso considerar uma série de fatores para garantir a máxima produtividade e lucratividade no momento da colheita.

Antes de tudo, o produtor deve entender que as sementes agrícolas não são todas iguais e que cada região pode ser melhor para o desenvolvimento de determinadas sementes. Partindo desse princípio, deve-se priorizar o investimento em produtos de qualidade e que possuam selo de certificação.

Mas quais fatores determinam a qualidade da semente? O que levar em consideração na hora de comprar sementes? Neste artigo, nós vamos apresentar os principais fatores que você deve considerar para fazer um bom negócio. Acompanhe!

 

Como comprar sementes de qualidade?

No momento da compra, muitos produtores têm a tendência de querer comprar a semente mais barata para reduzir o custo de produção. Porém, nem sempre a semente mais barata é a melhor. Devemos levar em conta alguns fatores que comprovam a qualidade da semente, e não somente o seu preço. Confira o que é preciso considerar!

 

Germinação

No Brasil, a legislação exige que as sementes ofereçam, no mínimo, taxa de germinação de 80%. Contudo, o aprimoramento na produção de sementes permitiu o desenvolvimento de insumos com germinação acima de 90%. Para garantir alta produtividade para sua lavoura, sempre lembre de observar a taxa de germinação. Quanto mais alta, maior será a produção.

 

Pureza

Ter uma alta porcentagem de sementes puras é tão importante quanto a taxa de germinação. Se a taxa de sementes puras for baixa, você também estará comprando outros materiais não prejudiciais, porém que não irão trazer o resultado desejado. Um grau de pureza de 98%, por exemplo, indica que de cada 100 gramas de sementes daquela embalagem, 98 gramas são de sementes próprias para o plantio e 2 gramas são materiais estranhos. Assim, quanto maior o grau de pureza, melhor.

 

Vigor

Sementes vigorosas são aquelas que possuem potencial para germinação rápida e uniforme, além do crescimento acelerado de plântula em condições normais de produção. Sementes com alto vigor também são mais resistentes à diferentes adversidades ambientais, como seca e baixa fertilidade do solo. Portanto, devem ser priorizadas na hora da compra.

 

Viabilidade

A viabilidade é a porcentagem de sementes vivas capazes de germinar. Isso significa que nem todas as sementes viáveis vão germinar porém serve de indicativo para escolher um lote em relação a outro. Assim como o grau de germinação, quanto maior for a viabilidade da semente, maior será a taxa produtiva.

 

Resistência a doenças

Sementes com características de resistência a doenças devem ser sempre priorizados no momento da compra. As doenças e pragas comuns do agronegócio podem representar um grande risco para o desenvolvimento da lavoura e causar grandes prejuízos para o produtor. Por isso, apostar em semnetes de boa qualidade aumentam a resistência das plantas e, consequentemente, diminuem os riscos de doenças e outras pragas.

 

Adaptabilidade

É importante não se esquecer da adaptabilidade da semente à região que você irá plantar. Algumas sementes prosperam em zonas mais amplas de condições variadas e garantem alta produtividade mesmo em meio à altas temperaturas e baixa umidade. Por outro lado, existem sementes que se adequam somente a áreas e zonas climáticas específicas. Na hora de comprar, você deve ter certeza da adaptabilidade das sementes à sua área antes da aquisição.

 

A importância de comprar sementes certificadas

Além de observar todos os cuidados que citamos acima, é fundamental comprar sementes que sejam certificadas. A certificação de sementes é o processo de produção controlado por um órgão competente, através do qual se garante que a semente foi produzida de forma que se possa conhecer sua origem genética e que cumpre com condições fisiológicas, sanitárias e físicas pré-estabelecidas.

Quando o produtor compra sementes certificadas, ele tem a certeza de que elas foram produzidas dentro de um sistema de controle de qualidade que envolve desde a condução do campo de produção até o armazenamento, passando pela secagem, limpeza, classificação, tratamento, embalagem e análise laboratorial.

 

Gostou das nossas dicas? Continue nos acompanhando através do Facebook para conferir nossas novidades!